Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Bem Vindo ao Site Resistência NOM

"Comunidade Resistência NOM"

LEIA ATENTAMENTE, POIS É DO SEU INTERESSE!!!

Ola pessoal, à partir de hoje o blog Resistência NOM, estará se tornando uma "comunidade" de compartilhamento de conhecimento.

Acompanhe Novas noticias através do seu Celular ou Tablet, conteúdos exclusivos!

Recados

Estatísticas

BlogBlogs online counter Innovation Blogs - BlogCatalog Blog Directory Divulgue seu blog! Comunidade Orkut Yoomp

Atenção

Tradutores / Translate

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

Recent Posts

SINIAV- o chip de controle total aos carros brasileiros

Postado por Inicio do Fim quarta-feira, 10 de agosto de 2011 0 comentários


Não há como dizer que o trânsito nas principais cidades do país não é um problema. Congestionamentos são apenas o mais visível deles, existe ainda uma grande de gama de falhas no sistema de transporte que representa a falta de  no envio de cargas, filas em pedágios e roubos de veículos particulares.
Pensando nisso, o DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito) está começando a colocar em prática o novo SINIAV (Sistema de Identificação Automática de Veículos). Este sistema será responsável por uma série de vantagens para todos aqueles que constituem os tráfegos de veículos das metrópoles brasileiros.
De uma maneira bastante resumida: trata-se de um projeto que irá colocar chips eletrônicos em veículos para que possam ser identificados eletronicamente por antenas dispostas nas cidades. Estas antenas irão enviar os dados para centrais de processamento e verificar a situação do veículo analisado.

Projeto inovador no trânsito brasileiro
Neste artigo iremos explicar quais são as reais funcionalidades conseguidas com esta nova tecnologia. Aproveite também para saber, com mais detalhes, como funciona o SINIAV e quais são as vantagens do sistema sobre o atual modelo de gerenciamento de trânsito brasileiro.

Sistema de Identificação Automática de Veículos

A Resolução 212 de 13 de novembro de 2006 contém as seguintes considerações para a utilização deste novo padrão de fiscalização:
1)“Considerando a necessidade de empreender a modernização e a adequação tecnológica dos equipamentos e procedimentos empregados nas atividades de prevenção, fiscalização e repressão ao furto e roubo de veículos e cargas”; e
2) “Considerando a necessidade de dotar os órgãos executivos de trânsito de instrumentos modernos e interoperáveis para planejamento, fiscalização e gestão do trânsito e da frota de veículos”.
Esses são os principais fatores considerados pelo DENATRAN ao criar este projeto de modernização do sistema de trânsito brasileiro. Entendem-se a falta de  e preparo das vias para suportar os crescentes volumes no fluxo de veículos, tanto dentro de cidades quanto em estradas.
Por isso o SINIAV torna-se essencial para a correção das atuais falhas de gestão de tráfego. Caso o funcionamento do projeto seja atingido com perfeição, em um futuro próximo será possível trafegar pelas avenidas com maior tranquilidade. Mesmo em vias muito movimentadas, a proposta é que pelo menos sejam diminuídos os congestionamentos.

 

 

Materiais envolvidos

Para que seja possível instalar o SINIAV de maneira efetiva em uma , é necessário utilizar grandes quantidades de componentes. O mais básico deles é um chip eletrônico que pode ser anexado às placas dos carros ou então colado nos para-brisas deles. Este chip deve conter uma série de informações, como número serial do chip, placa, chassi e RENAVAM do carro e também dados privados, para veículos de empresas.
Para realizar a comunicação com as placas eletrônicas e as centrais de processamento, utilizam-se antenas transmissoras. Para elas são exigidos vários padrões de qualidade, fato comprovado pelos termos utilizados na resolução já citada. Nela, o DENATRAN exige que todas as antenas utilizadas permitam a leitura e gravação de dados nos chips analisados.
Mais do que isso, é necessário que a leitura possa ser realizada em veículos que estejam em velocidades de até 160 Km/h e a gravação em veículos que desempenhem velocidades de até 80 Km/h. Outra exigência é relacionada ao alcance das antenas, que deve ser de pelo menos cinco metros.

O objetivo é deixar o trânsito menos caótico
Por fim, todas as antenas precisam oferecer pelo menos 99,9% de desempenho nas leituras dos veículos que passarem em seu raio de alcance. As informações capturadas pelos sensores são enviadas a outros equipamentos por meio de interfaces seriais, paralelas, USB ou ethernet.
Cada DETRAN estadual deve ser equipado com uma central de recepção de informações. Enviadas pelas antenas, estes dados recebidos devem ser sincronizados com centrais nacionais para que, sempre que houver necessidade, sejam emitidos alertas sobre roubos, furtos e problemas com cargas.

Funcionalidades e aplicações

Há uma série de aplicações práticas que podem representar um enorme  na tecnologia empregada na fiscalização e controle de trânsito. Confira quais são as principais apostas que surgem junto com o SINIAV e entenda os motivos de tamanha expectativa.

Fiscalização eletrônica 2.0

Radares para  de semáforo ou velocidade acima do permitido ainda existirão, mas a fiscalização eletrônica deve ganhar um novo significado a partir do SINIAV. Sempre que um veículo estiver irregular (impostos atrasados, multas sem pagamento ou problemas com licenciamento) as antenas emitirão informações às centrais.
Sensor de tráfego TCMpro
Fonte da imagem: Frank C. Müller
As mesmas centrais enviam informações para policiais de trânsito que serão responsáveis pela fiscalização de veículos em uma blitz, por exemplo. Dessa forma, quando houver alguma blitz programada, este veículo irregular será parado automaticamente e o motorista será autuado.

Mais segurança contra roubos

Se um carro for roubado, o  deve informar a polícia sobre a situação. Com o sistema eletrônico, todas as antenas de fiscalização enviarão informações à polícia sobre a localização do veículo, assim que ele passar por alguma delas.
É uma maneira prática e rápida de localizar carros em movimento. Apesar de não serem tão eficientes quanto equipamentos de rastreamento por GPS, as antenas do SINIAV podem fornecer dados essenciais para que os responsáveis pela busca possam traçar triangulações na caça pelos bandidos.

Organização do trânsito

Talvez esta seja a função mais desejada por grande parte dos motoristas. O problema é que apenas será possível criar esquemas de fluxo de tráfego se todos os veículos estiverem cadastrados no SINIAV. É por isso que este tipo de melhoria só poderá começar a ser visto em 2014, ano em que o sistema deve estar consolidado.
Cruzamentos complicados
Fonte da imagem: BrokenSphere
A ideia é que sejam criados fluxos em grandes cruzamentos. Para isso, antenas de rastreio seriam instaladas e permitiriam que as centrais automáticas pudessem controlar os semáforos de acordo com o volume de veículos em cada sentido analisado. Assim, os semáforos não seriam mais controlados por , mas sim por demanda.

Também para empresas privadas

Esta vantagem do SINIAV já pode ser vista em muitos shoppings. Pagando antecipadamente ou cadastrando-se em alguns serviços, os motoristas podem entrar e sair de shoppings, mercados e outros estabelecimentos sem pagar estacionamento, já que a conexão eletrônica pode ser feita rapidamente.
Postos de pedágio também podem ser beneficiados com o sistema pelo mesmo motivo. O desafio é criar sistemas que permitam o pagamento de multas leves referentes a estacionamentos em local proibido ou então a compra de cartões de parada para que até este tipo de ação seja mais dinâmica do que é atualmente.
Rastrear cargas e garantir a segurança
Fonte da imagem: Jonnie Nord

Rastreamento de cargas

Similar ao rastreamento de veículos roubados, mas disponibilizado para empresas de transporte. Por exemplo, podem ser cadastrados caminhões para o rastreamento e a cada vez que ele passar por uma antena, os dados são atualizados nas centrais do DENATRAN e enviados para a empresa contratante.
Além de melhorar a fiscalização do transporte, também é possível garantir mais para os motoristas e empresários, que podem localizar suas cargas mais rapidamente, já que carretas também devem ganhar seus próprios chips (independentes do chip utilizado no truck).

Quando isso será realidade?

O projeto já vem sendo discutido desde 2006, quando o DENATRAN divulgou as primeiras informações. Quase cinco anos depois, ainda não existem muitos avanços na instalação do sistema, mas a história deve começar a mudar.
Por enquanto...
Fonte da imagem: Osvaldo Gago
Os planos para o SINIAV afirmam que até o final de 2014, quase todos os veículos do Brasil estarão cadastrados com chips eletrônicos. Quando a lei entrar em vigor oficialmente, os motoristas que não estiverem adequados ao sistema SINIAV serão multados e perderão cinco pontos em suas carteiras.

Quem deve ser cadastrado?

Novamente recorremos à Resolução do DENATRAN para responder. “Nenhum veículo automotor, elétrico, reboque e semirreboque poderá ser licenciado e transitar pelas vias terrestres abertas à circulação sem estar equipado com a placa eletrônica de que trata esta Resolução”.
Isso significa que todos os carros, motos, carretas para carregamento de barcos, reboques e quaisquer outros que trafeguem por  terrestre (salvo veículos bélicos militares) deverão possuir placas eletrônicas cadastradas nos servidores do SINIAV.

Lá fora...

O Brasil não é o inventor deste sistema, mas é um dos primeiros a tentar aplicá-lo como uma lei. Fora daqui, são raros os países que o utilizam como solução do transporte, sendo mais empregados em empresas privadas de rastreamento de veículos roubados.
Trânsito é qualidade de vida
Exemplo disso é a Tracker, uma das primeiras fabricantes a receber homologação do DENATRAN para a fabricação de dispositivos. Sendo parte integrante do Tracker VSR Group, ela já está presente em 18 países com sistemas privados de rastreio de carros e motos.
Na Noruega, uma  chamada Trondheim já apresenta um sistema parecido. É verdade que a população de 120 mil pessoas (e quase o mesmo número de carros) nem se compara a de uma  como São Paulo, mas o sistema-modelo é base para muitas lições. Lá, todos os carros são ligados a uma rede sem fio que controla todo o tráfego da.
.....
Os planos do  brasileiro dizem que a Copa do Mundo de 2014 deve ser realizada com o SINIAV já em funcionamento. Será que esse desejo será transformado em realidade nas  brasileiras?

Deixe um comentário nos contando o que pensa sobre estas novidades, será que estamos muito perto  de  uma época em que não teremos nenhuma privacidade, todo mundo está aceitando as melhorias tencnológicas...



A Corte dos da União Europeia decidiu que instalar um GPS no carro de um investigado não viola o seu direito à privacidade. Na quinta-feira (2/9), a corte anunciou seu entendimento de que o uso do dispositivo para vigiar suspeito não depende de ordem judicial para ser considerado legal.

O caso foi levado para a Corte dos  da UE por um alemão condenado a 13 anos de prisão por tentativa de homicídio e por causar explosões no país. De acordo com o processo, o alemão começou a ser observado pelas autoridades alemãs já em 1993, sob a suspeita de integrar uma organização terrorista de extrema esquerda.

Ao longo de três anos, ele foi alvo de escutas telefônicas,  a sua correspondência interceptada e foi filmado. A Polícia chegou a instalar um transmissor no carro de um provável cúmplice do alemão, mas os dois descobriram e destruíram o equipamento. Foi aí que o Ministério  alemão determinou a instalação de um GPS no carro desse cúmplice. Com a ajuda do aparelho, em fevereiro de 1996, os dois foram presos e, mais para frente, condenados.

Na , o alemão apontou a ilegalidade das provas obtidas com o GPS, determinantes para a condenação dos dois. O argumento dele, no entanto, esbarrou em dispositivo do Código de Processo Penal alemão que autoriza o uso de tecnologias para vigiar suspeitos. O uso do aparelho foi considerado válido por todas as instâncias da , inclusive pelo Tribunal Constitucional alemão.

O condenado, então, foi bater às portas da Corte dos  da União Europeia. Lá, apontou que o uso do GPS, ainda mais sem autorização judicial, feria o artigo 8ª da Convenção dos Direitos Humanos da UE, que garante o direito à privacidade aos cidadãos europeus.

A corte, no entanto, não enxergou qualquer violação à convenção. Primeiro porque, de acordo com o dispositivo citado, esse direito à privacidade pode ser relativizado nos termos de lei local e em algumas exceções. A pesada acusação de terrorismo em cima do alemão justificaria essa relativização. Além disso, afirmaram os juízes europeus, há lei alemã válida que autoriza o uso do GPS.

Até 2000, o Código de Processo Penal da Alemanha só exigia autorização judicial para escutas telefônicas e interceptação de correspondência. A partir de 2000, passou a exigência para outros métodos de vigilância, como o uso do GPS, quando a observação durar mais do que um mês. Para a corte, portanto, o uso do GPS para seguir os passos do condenado aconteceu de acordo com lei vigente na época, que não exigia ordem de juiz.

A Corte dos  observou que, quando uma pessoa é vigiada em , como a , a violação da sua privacidade é praticamente ínfima. Por isso, as regras para conter abusos não precisam ser tão rígidas como quando se trata, por exemplo, de gravar uma conversa no telefone. Como o GPS é usado para controlar por onde passa um carro, sempre em  pública, não há que se falar em interferência indevida na vida privada.

As 10 maiores conspirações

Postado por Inicio do Fim 0 comentários


Teoria da conspiração é uma teoria que supõe que um grupo de conspiradores está envolvido num plano e suprimiu a maior parte das provas desse mesmo plano e do seu envolvimento nele. O plano pode ser qualquer coisa desde a manipulação de , economias ou sistemas legais até à ocultação de informações científicas muito importantes.

Um site resolveu documentar as 10 maiores teorias conspiratórias da história. Veja abaixo quais são:


1. O ataque de 11/09 foi planejado pelo  dos EUA



Muitas teorias conspiratórias relativas aos ataques em 11 de setembro de 2001 foram criadas, muitas delas afirmando que o  George W. Bush sabia de antemão sobre os atentados e propositalmente permitiu que ocorresse, pois os ataques iriam gerar um maior apoio  para militarização e outras políticas externas e internas pela qual ele seria beneficiado.

A teoria envolve o ex Secretário da Defesa Donald Rumsfeld, o vice-presidente Dick Cheney e várias outras figuras do  Bush. Um relatório de 1990 afirmou que "alguns eventos catastróficos, como um novo Pearl Harbor" seriam necessários para converter a opinião pública em seu favor.


2. OVNI capturado em Roswell



O incidente envolvendo um OVNI, próximo a Roswell, Novo México, em Julho de 1947, tem sido objeto de intensa especulação, rumor, questionamento e investigação. Há muitos pontos divergentes sobre o que realmente aconteceu.

Até ao início de 1990, alguns investigadores renomados, como Friedman, William Moore, Karl Pflock, Kevin Randle e Don Schmitt tinham entrevistado várias centenas de pessoas, que tinham (ou alegam ter tido) uma conexão com os acontecimentos em Roswell. Além disso, centenas de documentos foram obtidos por meio de "pedidos  de Informação". As conclusões foram que, pelo menos, um OVNI tinha caído nas imediações de Roswell, que tripulantes, possivelmente alguns ainda vivos, foram recuperados, e que o fato foi escondido da população.


3. O assassinato de John F. Kennedy



O assassinato de John F. Kennedy, o Trigésimo Quinto  dos Estados Unidos abre uma das páginas das teorias conspiratórias. Kennedy foi mortalmente ferido por tiros enquanto desfilava com sua esposa Jacqueline em um dos veículos do . Uma investigação oficial feita pela Comissão Warren foi realizada ao longo de dez meses, e seu relatório foi publicado em setembro de 1964. A Comissão concluiu que o assassinato foi realizado exclusivamente por Lee Harvey Oswald, um empregado do Texas School Book Depository em Dealey Plaza.

Uma série de teorias conspiratórias existem no que diz respeito ao assassinato do  Kennedy. Tais teorias começaram a ser geradas logo após sua morte, e permanecem vivas até hoje. Muitas destas teorias sugerem uma conspiração criminosa envolvendo partidos como o Federal Reserve, a Central Intelligence Agency (CIA), o KGB, a Mafia, do Federal Bureau Investigation (FBI) diretor J. Edgar Hoover, o vice-presidente Lyndon B. Johnson, Richard Nixon, Fidel Castro, George H. W. Bush, grupos exilados cubanos em oposição ao  de Fidel Castro e as forças militares.


4. Aquecimento global é uma fraude



A sugestão de uma conspiração para promover a teoria do aquecimento global foi apresentado em 1990 em um documentário chamado 'The Greenhouse Conspiracy' transmitido pelo Channel Four no Reino Unido, em 12 de Agosto de 1990.

William Gray, phD (um pioneiro na ciência de previsão de furações) apresentou uma lista contendo 15 motivos para a histeria do aquecimento global. A lista inclui a necessidade de se chegar a um inimigo após o fim da Guerra Fria, bem como o desejo entre os cientistas, os líderes governamentais e ambientalistas para encontrar uma causa política que lhes permitiriam 'organizar, fazer propaganda, forçar conformidade e exercer influência política. "Neste artigo, Gray também cita a ascensão de Al Gore para a vice-presidência.


5. Princesa Diana foi assassinada pela Família Real



Em 1997, a princesa Diana e Dodi Fayed (filho de Mohamed Fayed, dono da Harrods e Hotel Ritz) foram mortos em um acidente de carro quando tentava fugir de fotógrafos, em Paris. O escândalo em torno da sua relação (Dodi era muçulmano, enquanto Diana era a mãe do futuro chefe da Igreja da Inglaterra), levou muitas pessoas a especular que eles foram realmente mortas a fim de impedir o maior escândalo da Inglaterra.

 indicam que cerca de 1/4 do  britânico, acredita que houve uma conspiração para matar Diana. As causas seriam: um suposto casamento entre Diana e Dodi Fayed, uma possível conversão de Diana ao islamismo, sua gravides, e uma provável visita a terra santa. Segundo teóricos, entre os responsáveis pela sua morte estariam: a Família Real Britânica, a imprensa, a British Intelligence serviços MI5 e MI6, a CIA, Mossad, a Maçonaria, e o IRA.


6. Dominação judaica mundial



A teoria conspiratória afirma que uma falsificação literária visa alcançar a dominação mundial. Numerosas investigações têm repetidamente provado o plágio.

O texto foi popularizado por opositores ao movimento revolucionário russo, e foi amplamente divulgado após a revolução de 1905, tornando-se mundialmente conhecida depois da Revolução de outubro de 1917.


7. Desembarque na lua foi uma fraude



As alegações de que o desembarque na lua são falsas e que todos os elementos na aventura da Apollo foram forjados pela NASA e por membros de outras organizações envolvidas tomam força. Alguns grupos afirmam que os astronautas da Apollo nunca estiveram seque na Lua, e que a NASA criou e continua a perpetuar esse boato.

Estudiosos dedicaram uma parte substancial de seus esforços para analisar as fotos da NASA. Eles apontam para diversas questões, com fotografias e feitos na lua. Especialistas disseram que as técnicas usadas nas fotos chegam a ser rudimentares.


8. Ataque a Pearl Harbor foi permitido



Esta teoria afirma que o  Roosevelt provocou o ataque, ele sabia sobre o assunto com antecedência e foi incapaz de avisar os comandantes. Teóricos acreditam que os americanos foram avisados pelos  da Grã Bretanha, Holanda, Austrália, Peru, Coréia e União Soviética de um ataque surpresa a Pearl Harbor. Todos os códigos haviam sido codificados.


9. O Terceiro Segredo de Fátima



Os Três Segredos de Fátima são três profecias que foram dadas por uma aparição da Virgem Maria aos três jovens portugueses pastfores, Lúcia  e seus primos Jacinta e Francisco Marto. De Maio a Outubro de 1917, as três crianças afirmaram ter testemunhado a aparição de Marian, que hoje é popularmente descrita como Nossa Senhora de Fátima. Dois dos segredos foram revelados em 1941 em um documento escrito por Lucia, enquanto o terceiro permaneceu secreto, até que o bispo de Leiria pediu a Lucia para colocá-lo por escrito e apresentá-lo ao Papa.


10. O Experimento Filadélfia



A história que é conhecida sob o título de "O Experimento Filadélfia", surgiu através de uma série de eventos estranhos, com uma figura verdadeiramente misteriosa como estrela principal.

Em outubro de 1943 um experimento ultra-secreto teria sido conduzido pela Marinha dos EUA. O resultado da experiência foi a invisibilidade e teleporte de um destróier dos EUA, enquanto no mar.

Durante os anos 80, Al Bielek, que afirmou ser o responsável pela eletrônica a bordo do navio do Experimento Filadélfia disse que a experiência não só resultou no teleporte do navio, mas também em viagem no . Bielek diz que viajou no  a 1983, e então voltou novamente para acabar com o experimento. Ele também alega que sofreu lavagem cerebral para esquecer tudo, e que suas recordações só voltaram depois de assistir ao  "The Philadelphia Experiment". De acordo com Bielek, experimentos semelhantes estavam sendo conduzidos em instalações ultra-secretas durante os anos 70 e 80, e ele também fez parte dessas experiências.


Teorias da conspiração são aquelas em que fatos históricos ou atuais são considerados farsas, sendo resultados de planos secretos. No mundo da música essas teorias já apareceram, principalmente no que se refere à morte de grandes artistas. Confira aqui quatro das mais famosas teorias da conspiração da história.


Elvis não morreu: No dia 16 de agosto de 1977 morreu o rei do rock, Elvis Aron Presley, segundo o atestado de óbito, por arritmia cardíaca e ingestão de vários tipos de drogas. Porem muita gente diz que ele não morreu. O slogan "Elvis não Morreu" é muito conhecido e bastante utilizado, tanto pelos que realmente acreditam nisto, como para fins comerciais. Elvis estava preso ao sucesso, sua vida tinha se tornado um peso muito grande, com a sucessão de turnês, entrevistas, gravações e outros compromissos que passaram a incomodá-lo. Estes fatos foram relatados antes de sua suposta morte por muitas pessoas próximas a ele. Alguns afirmam ainda que Elvis teria sido ajudado pela CIA para forjar sua morte, pois estaria recebendo ameaças. Existem vários relatos da aparição de Elvis. O mais significante aconteceu um dia após a sua morte. Um homem idêntico a Elvis foi visto desembarcando na Base Aérea da Argentina. Segundo relatos, ele desceu rapidamente de um avião e entrou em uma Limusine que o esperava. O homem não foi visto novamente. De fato Elvis Presley realmente possuía uma casa na Argentina.


Michael Jackson não morreu: Mal saiu  da morte do rei do Pop e começaram boatos sobre uma possível farsa. Michael Jackson tinha milhões em dívidas, e forjando a sua morte, não precisaria paga-las. Outro fato que contribuiu para as especulações é o fato de Michael aparentemente estar ótimo quando anunciou sua série de , poucos dias antes de morrer. Trabalhadores da fronteira dos Estados Unidos com o México dizem que Jackson e um homem não identificado teriam deixado  na noite de sua morte. Depois disso, ele teria se mudado para o Barein. Outras especulações giram em torno do estranho velório, onde ninguém podia olhar para o corpo de Michael. Recentemente foi divulgado um vídeo na internet que supostamente comprova a farsa da morte do rei do POP. De imediato muita gente acreditos que ele estava vivo. Porem alguns dias depois da duvulgação do vídeo uma rede de TV alemã revelou que era um vídeo falso, que eles haviam criado para mostrar como é fácil manipular as pessoas pela internet. 


Jim Morrison não morreu: Jim Morrison, vocalista do The Doors, morreu em 3 de julho de 1971. Segundo o tecladista do grupo, Ray Manzarek, Morrison no auge do sucesso falava sobre a possibilidade de simular sua própria morte e se esconder em algum lugar distante, e assim escapar da publicidade. "Eu ainda me pergunto se sua morte é verdadeira", disse Manzarek em 2008. Algumas pessoas afirmaram ter visto Morrison na África várias vezes após o anuncio de do seu falecimento. A morte de Jim foi no mínimo misteriosa. Ninguém sabe realmente como ele morreu. Seu atestado de óbito, assinado por um  que nunca foi identificado, aponta ataque cardíaco como causa da morte (na época Jim tinha 27 anos de idade). Não houve autópsia, e apenas duas pessoas viram o corpo: o  misterioso e a namorada de Jim Morrison na época, Pamela Courson. 


Paul McCartney morreu: Paul teria morrido em um acidente de carro às 5 horas da manhã de uma quarta-feira, dia 09/11/1966. Sofreu esmagamento craniano ao bater com outro veículo por ter atravessado o sinal vermelho. No acidente ele teria perdido seu rosto e seus dentes. Por isso, não teria sido possível fazer a identificação do cadáver. Desta forma, os outros Beatles teriam resolvido substituí-lo por um sósia. As pessoas que acreditavam nisto se basearam em centenas de pistas que supostamente haviam sido deixadas de propósito pelos outros Beatles nas letras das músicas, nas capas dos discos e nos  da banda. Um exemplo seria um trecho da música A Day in the Life: "Ele arrebentou a cabeça num carro. Não percebeu que o sinal havia mudado". É verdade que Paul sofreu um acidente de moto que lhe deixou um corte no lábio e um dente quebrado. O sósia teria feito plásticas para aumentar sua semelhança com o Beatle morto e poder substituí-lo. A  falha no novo Beatle teria sido uma cicatriz em seu lábio superior que não pôde ser removida.



A cantora de 27 anos foi encontrada morta em sua casa no dia 23 de julho deste ano. A razão para a morte não foi confirmada ainda, mas "overdose" é a causa suspeita. Apesar de como ela morreu poderia ser ainda uma questão, temos uma idéia de quem exatamente foi o responsável. Juntando mais de 34 artistas no "Club 27", foi um sacrifício. Segundo algumas fontes, Winehouse foi citada dizendo: "Tenho a sensação de que vou morrer jovem", em 2008, para sua ex-assistente pessoal, Alex Haines, e a citação exata foi: "Ela contou que gostaria de participar do Club dos 27 de estrelas do rock que morreu nessa idade . Ela me disse: "Eu tenho um sentimento que eu" vou morrer jovem", em dezembro de 2008. 

O Clube dos 27


O Clube dos 27, também, ocasionalmente, conhecido como o clube sempre 27, Club 27, ou a maldição de 27, é o título para um grupo de músicos epitomic que morreram na idade de 27. Eles são geralmente considerados ter levado um estilo de vida "rock and roll". O Clube 27 é composto por dois fenômenos relacionados, tanto na esfera da cultura popular. O primeiro é uma lista de sete músicos famosos que morreu aos 27 anos, o cantor e músico Robert Johnson (que é considerado o primeiro membro do Club 27 por alguns críticos), Brian Jones, Jimi Hendrix , Janis Joplin, Jim Morrison, Kurt Cobain, e Amy Winehouse. A segunda é a idéia de que muitos outros músicos notáveis ​​também morreu com a idade de 27.
 O impulso para a criação do clube foi a morte de Jones, Hendrix, Joplin e Morrison. Cobain, que morreu em 1994, foi adicionada mais tarde por alguns, assim como Winehouse em 2011, devido à extensa cobertura mediática de sua morte relacionadas com o clube. Com a exceção de Joplin e Amy Winehouse, há controvérsia em torno de suas mortes. De acordo com o livro Heavier Than Heaven, quando Cobain morreu, sua irmã afirmava que quando criança ele iria falar sobre como ele queria participar do Club 27. No décimo quinto aniversário da morte de Kurt Cobain, National Public Radio, Robert Smith disse "As mortes dessas estrelas do rock com a idade de 27 realmente mudou a forma como olhamos para o rock."Fonte

Uma Boa Estrela do Rock é Uma Morta


Dois mil e oito foi também no ano exato em que fizeram sua escultura de arte de seu sacrifício de sangue  como uma máscara da Minnie Mouse, simbologia da programação monarca. Seu sacrifício foi planejado 3 anos antes, e morreu três dias após a última apresentação. Muitos artistas fazem uma sessão de fotos ou um filme que retrata a sua própria morte e, dessa forma exata que eles estão mortos. Em seu caso, uma escultura de arte de um sacrifício de sangue deixou-a em um sacrifício de sangue para o Club 27. Previram sua própria morte depois do photoshoot que é típico como em:  Brittany Murphy, Tupac, Heath Ledger, e muitos mais todos foram previstos que iam morrer.

"Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é número de um homem, e o número é seiscentos e sessenta e seis." [Apocalipse 13:18]

Hoje, estaremos seguindo a ordem de Jesus nessa passagem, pois veremos como os ocultistas treinados calculam seus números. Antes de iniciarmos, seria bom você ter uma caneta e uma folha de papel para fazer algumas anotações. Escreva os meses como números literais. Por exemplo, abril deve ser escrito como 4.

Estaremos utilizando três livros ocultistas neste estudo: The Occult Power of Numbers, de W. Wescott; The Secret of the Illuminati, de Elizabeth Van Buren; e Magic Symbols, de Frederick Goodman.


Entenda numerologia 


Em agosto de 1990, o presidente norte-americano George Bush condenou a invasão do Kuwait pelo Iraque, declarando solenemente, "Esta invasão ameaça a Nova Ordem Mundial". Foi uma revelação chocante, porque esse termo permanecia secreto desde 1776. Podemos agora concluir que o Plano para implementar a Nova Ordem Mundial deve estar perto de ser cumprido, pois seus líderes começaram a anunciá-lo publicamente. Naquele ponto, em agosto de 1990, o mundo estava no limiar da Nova Ordem Mundial. Quanto tempo falta para o mundo realmente entrar por esta porta? Para entender essa questão crítica, precisamos compreender como o ocultista crê e pensa no que se refere à implementação real de um Plano. Sempre que um ocultista contempla uma ação, procura determinar com exatidão o tempo mais propício e vantajoso. Ele consultará seu astrólogo, as cartas do Tarô, e várias formas de adivinhação. Ele acredita literalmente que o sucesso ou a falha de um Plano depende tanto do momento correto da implementação quanto de qualquer outro fator. Esse processo chama-se "adivinhação". Um ocultista torna-se bem previsível depois que você compreende seus padrões de raciocínio e a estrutura da sua crença.

Um dos nossos objetivos hoje é compreender como um ocultista pensa quando está contemplando qualquer ação determinada. Discutiremos então os objetivos ocultistas originais que os Mestres dos Illuminati e os pais fundadores compartilharam para os EUA. Vamos iniciar com as crenças de adivinhação dos ocultistas.

A adivinhação é defina no Novo Dicionário Aurélio como "Interpretação de eventos passados, presentes ou futuros, segundo um conjunto culturalmente codificado de meios e técnicas postos em operação pelo adivinho." Como dissemos anteriormente, nenhum ocultista tentará alguma ação importante sem primeiro determinar o tempo mais auspicioso para realizar a ação. Esse esforço para determinar o tempo correto para uma ação é cumprido em dias e horários precisos. Um bom exemplo é o suicídio de Adolf Hitler. Hitler escolheu a data 30 de abril de 1945 para seu suicídio, porque era o primeiro dos dias sagrados na primavera pagã [no hemisfério norte]; escolheu 3:30 da tarde porque, de acordo com a doutrina ocultista, essa combinação de três apresentava para ele o horário mais conveniente de partir desta vida e reingressar no ciclo de reencarnação. Observe o triplo três que está presente aqui. 30 de abril contém o primeiro três; 3 horas da tarde contém o segundo três, e 30 minutos contém o três final. Hitler estava envolvido em um típico comportamento ocultista, escolhendo o horário da sua morte de uma maneira bem precisa e numérica.
http://4.bp.blogspot.com/_gwHl48STRVQ/TBJbn_U0IFI/AAAAAAAAA-c/aAOijEKBAHs/s400/numerologia.gif

Por que os ocultistas fazem isso? Todos eles adoram a natureza e partes da natureza, em vez de adorarem ao Criador. O apóstolo Paulo diz essa verdade em Romanos 1:25. Os ocultistas não somente adoram as coisas criadas, mas adoram aos deuses das forças, em cumprimento direto da profecia de Daniel 11:38. Assim, adoram o conhecimento científico, especialmente a matemática; acreditam que certos números possuem poderes mágicos; até que maior poder pode ser liberado quando esses números sagrados são usados em uma determinada combinação. Um autor ocultista, Wescott, diz: "Os números são uma chave para as antigas visões da cosmogonia (referente à criação do universo)... espiritualmente e fisicamente... todos os sistemas de misticismo religioso baseiam-se em números." [pág. 15] Além disso, os ocultistas acreditam que "nos números estejam depositados os segredos do universo" [Van Buren, pág. 42] Os números são literalmente adorados.

Vamos iniciar com um rápido estudo dos seis números que os ocultistas consideram sagrados, e que possuem grande poder individualmente e maior poder ainda quando usados em combinação. Essa crença de combinar números envolve dois exercícios. Primeiro, os ocultistas simplesmente agrupam os números sagrados para criar um novo conjunto de números poderosos.

Toda essa atividade cumpre dois propósitos. Primeiro, grande poder é supostamente liberado quando um ocultista utiliza os números sagrados corretos ao realizar sua ação planejada. Em segundo lugar, quando um novo número é criado ou por multiplicação, adição, ou simplesmente agrupando-se números sagrados, esse novo número torna-se um número ocultista, que informa ao ocultista iniciado o que está acontecendo, e ao mesmo tempo oculta as informações dos não-iniciados.

1. Três (3) é o primeiro número sagrado, o primeiro número perfeito [Wescott, 41]. Três representa a Trindade Pagã [Wescott, pág. 37] Ele é representado geometricamente no triângulo, e espiritualmente como o Terceiro Olho do hinduísmo. Os ocultistas multiplicam e adicionam três aos outros números sagrados para criar novos números. Entretanto, também agrupam três em grupos de dois ou de três, pois acreditam no princípio da "intensificação", isto é, que grande poder é obtido quando um número sagrado é agrupado. No caso do três, uma maior intensificação é obtida quando ele é mostrado como 33 ou 333. Quando Hitler cometeu suicídio, organizou os detalhes do horário de modo a criar um três triplicado (333). Você pode ver como 333 formou a estrutura para essa ocasião da mais alta importância? Logicamente, 333 + 333 = 666. Os ocultistas usam 333 como um símbolo oculto pelo qual apresentam o número mais ofensivo 666. Quando os detalhes de um evento são assim organizados, de forma a conter certos números ocultistas sagrados ou combinações numéricas, essa é literalmente a assinatura ocultista de um evento. Somente os ocultistas reconhecerão essa assinatura.

Finalmente, os três são organizados para representar 666 quando são mostrados em pares. Matematicamente, 666 pode ser criado quando três pares de três são somados. Assim (3+3) + (3+3) + (3+3). Agora, elimine os parênteses e os sinais de mais, e terá 33 espaço 33 espaço 33, representando o número 666. Lembre-se desse fato, pois assumirá proporções gigantescas em instantes.

2. Seis (6) é o próximo número sagrado, representando o número da alma do homem [Wescot, pág. 66]. Isso mostra o poder onipotente de Deus, pois essa crença é paralela à passagem em Apocalipse 13:18, em que Deus atribui 666 ao homem e ao homem do pecado final, a Besta. Seis também é considerado como "todo-suficiente". Isso também está em paralelo com o ensino bíblico, que diz que o grande pecado do homem é o orgulho de si mesmo.

Se o algarismo seis individualmente é considerado poderoso, então assim também o agrupamento dele como 66 ou 666. Entretanto, os ocultistas também pegam 666 e multiplicam os três números, obtendo 216. Wescott explica, "De acordo com os pitagóricos, após um período de 216 anos... todas as coisas são regeneradas", incluindo o homem. A alma de cada pessoa seria regenerada, ou renascida precisamente 216 anos após sua morte. Lembre-se desse valor, pois os ocultistas atribuem muitas das mesmas características dos indivíduos às nações.

3. Sete (7) é um número sagrado. Van Buren chama o sete de "um dos mais sagrados de todos os números... o Centro Invisível, o Espírito de tudo" [pág. 39]. Acredita-se que o sete literalmente governe todos os aspectos do universo, a partir do próprio corpo do homem, para os corpos do universo, e para as questões espirituais. Como a multiplicação de sete cria um número sagrado ainda mais poderoso, não devemos estar surpresos que 3x7, ou 21, seja considerado um número poderosíssimo.

Assim, quando Adam Weishaupt formou os Mestres dos Illuminati, escolheu o dia do evento organizando os números de uma maneira que formasse números poderosos. Ele escolheu Primeiro de Maio, porque maio é o quinto (5) mês, somado com o primeiro dia, é igual a seis. Weishaupt escolheu 1776 porque os quatro algarismos somados dão 21 (1+7+7+6). Além disso, 6+21=27, outro número de poder porque é formado pela multiplicação de 3x9. Essa data foi escolhida com muito cuidado por Weishaupt; ele acreditava que o Plano estaria condenado ao fracasso se não fosse executado em um dia numericamente auspicioso.

4. Nove (9) é sagrado porque é o "primeiro cubo de um número ímpar (3)" [Van Buren, págs. 40-41]. Nove também contém muitas propriedades matemáticas singulares, mas o tempo não nos permitirá examiná-las aqui.

Espiritualmente, nove é o número da "morte para si mesmo para renascer em Espírito" [pág. 41]. Essa é uma falsificação satânica para o novo nascimento.

Finalmente, o nove triplicado (999) é utilizado para representar 666, pois é simplesmente a inversão de 666.

5. Onze (11) é um número sagrado, embora represente "... tudo o que é pecaminoso, prejudicial e imperfeito" [Wescott, pág. 100]. Quando onze é multiplicado pelo número perfeito 3, produz 33, um número de tremenda importância no ocultismo. Em 1933, Adolf Hitler e o presidente norte-americano Franklin D. Roosevelt chegaram ao poder. Ambos estavam comprometidos com o estabelecimento da Nova Ordem Mundial, e suas ações tiveram um grande impacto na humanidade. Foi também em 1933 que ocorreu a publicação do Primeiro Manifesto Humanista. Você vê como Satanás manipulou a história mundial para produzir três eventos da Nova Ordem Mundial em 1933? Assim, um 333 poderoso serviu como estrutura para eventos mundiais naquele ano.

6. Treze (13) é considerado sagrado porque é formado pela adição do seis (o número da alma do homem) com sete (um dos números perfeitos) Entretanto, 13 é o número que Deus atribuiu a Satanás. Mencionei anteriormente que os Dias Sagrados na primavera pagã são 30 de abril e primeiro de maio. Agora, some os números que formam essas datas (3+4=7; 5+1=6; quando você soma seis com sete, obtém treze, o número de Satanás).

Também não foi acidente que Hitler escolhesse o ano 1939 para iniciar a Segunda Guerra Mundial, porque 39 é formado pela multiplicação de 13x3. Assim, você pode ver como a história humana tem sido moldada pela crença ocultista no poder dos números. Existem muitos exemplos que requereriam o tempo e os recursos disponíveis em um seminário para explorá-los em profundidade. Entretanto, quero examinar o efeito na história que a crença no poder do número 21 produziu. Relacionarei esses anos no século XX em que a adição dos números é igual a 21, e veremos como a história tem sido moldada.


Acontecimentos

1929 — A Bolsa de Valores de Nova York foi propositadamente levada ao colapso em uma terça-feira (o terceiro dia da semana), em 24 de outubro, produzindo algumas das maiores mudanças sociais em um curto espaço de tempo. A Grande Depressão certamente avançou a causa da Nova Ordem Mundial. Antes da Depressão, as pessoas confiavam grandemente na Iniciativa Privada e em sua própria iniciativa privada especificamente. Elas também queriam a mínima interferência governamental quanto possível. Após a Depressão, essa atitude mudou dramaticamente. As pessoas passaram a desconfiar dos grandes negócios e a esperar que o governo federal resolvesse seus problemas e que fosse a rede de segurança que as protegesse da calamidade. Como a Nova Ordem Mundial está planejada para ser a maior e mais restritiva na história mundial, essa mudança nas atitudes foi crítica.

1938 — Hitler escolheu esse ano para iniciar seu Holocausto contra os judeus durante um reino de terror que começou em 9 de novembro, a chamada Kristallnacht. Interessantemente, 9 de novembro soma onze [9+1+1]. Após sete anos de assassinato em massa, 18 milhões de pessoas tinham morrido, incluindo 6 milhões de judeus. Esses seis milhões representavam dois terços da população judaica mundial na época. Os judeus também ficaram sob perseguição na Itália e na Áustria; até a Inglaterra voltou-se contra os judeus quando anunciou o adiamento da partição da Palestina, conforme previsto na Declaração de Balfour. Esse foi o ano em que o primeiro-ministro britânico Chamberlain apaziguou Hitler em Munique, fazendo-lhe concessões e definindo o cenário para a Segunda Guerra Mundial. Chamberlain anunciou que tinha obtido a "Paz no nosso tempo" [James Trager, The People's Chronology, pág. 936].

1947 — Dois grandes eventos ocorreram que avançaram poderosamente a Nova Ordem Mundial. O presidente Truman anunciou o gigantesco Plano Marshall para reconstruir a Europa e o Japão. Esse plano foi a primeira aplicação do conceito de "Redistribuição de Patrimônio" da Nova Ordem Mundial. Em seguida, o GATT [Acordo Geral Sobre Tarifas e Comércio] foi criado [Trager, pág. 998]. Desde então, os acordos firmados sob o GATT permitiram o estabelecimento da economia globalizada que vemos atualmente; no entanto, muitas pessoas ignoraram totalmente as ações do GATT.

1956 — Israel luta a segunda guerra para garantir sua sobrevivência. As tropas das Nações Unidas desembarcam no Oriente Médio para pôr fim à guerra árabe-israelense. Essa foi a segunda vez que a ONU recorreu à força para pôr fim a um conflito, estabelecendo melhor o precedente que a soberania de uma nação pode ser violada por decisão da ONU [Trager].

1965 — O presidente norte-americano Lyndon Johnson envolve os EUA em uma guerra de grande escala no Vietnã. Essa ação iniciou a maior transformação da sociedade norte-americana na história, conforme detalhamos em nossos Seminários [que podem ser adquiridos em fitas cassetes visitando-se o site The Cutting Edge] A guerra do Vietnã avançou grandemente a causa da Nova Ordem Mundial. O presidente Johnson também anunciou seu programa "A Grande Sociedade", que começou a injetar bilhões de dólares em projetos de bem-estar social. Esse programa foi a primeira aplicação doméstica da planejada "Redistribuição do Patrimônio" nos EUA.

1974 — Outro passo gigantesco ocorreu quando a ONU aprovou a "Carta dos Direitos e Deveres Econômicos". Essa carta codificou muitas das planejadas transformações econômicas e políticas que constituem a Nova Ordem Mundial.

1992 — Em 31 de dezembro de 1992, a Comunidade Econômica Européia foi oficialmente estabelecida, marcando um dos mais interessantes cumprimentos da profecia bíblica na história recente. A Europa Ocidental foi a primeira supernação estabelecida de acordo com o Plano da Nova Ordem Mundial, que prevê a reorganização do mundo em exatamente dez supernações econômicas. Essa reorganização foi completada em 1996 e cumpriu Daniel 2:41-43 e 7:7-8.

Aplicando esse conhecimento à história, você pode destrinçar um dos maiores mistérios históricos do século XX. Os historiadores sempre se perguntaram, confusos, por que os Aliados esperaram vários meses para invadir a Normandia, após todos os preparativos estarem prontos. Eles poderiam ter invadido antes naquele ano, mas aguardaram até 6 de junho de 1944 para invadir, e depois levaram a cabo a invasão embora o tempo tivesse virado e se tornado totalmente desfavorável, aparentemente requerendo o adiamento do ataque. O ditador soviético Stalin pediu que os Aliados atacassem a Normandia antes, pois estava perdendo milhares de soldados todos os dias.

Por que os Aliados deliberadamente esperaram até o dia 6 de junho para atacar? O significado ocultista dos números nos dá a resposta:
Junho é o sexto mês do ano, de modo que corresponde a: 6
O ataque foi realizado no sexto dia do mês: 6
Os algarismos do ano, 1944, somados dão: 18 (6+6+6)

Assim, a data da invasão deu aos líderes ocultistas dos EUA e da Grã-Bretanha dois conjuntos de números criticamente importantes, um 66 e um 666. Os ocultistas crêem que '6' seja o número do homem, '66' seja o número do governo máximo do homem, e que o Senhor '666', o Anticristo, encabeçará esse governo perfeito. A Segunda Guerra Mundial foi uma das três guerras mundiais que os ocultistas aprendem que serão necessárias para preparar o Anticristo [leia o artigo N1015, "O Plano Demoníaco de Albert Pike Para a Implantação da Nova Ordem Mundial"].

A invasão da Normandia foi o golpe fundamental dos Aliados que colocou posteriormente a Alemanha de joelhos. A data escolhida revelou a todos os ocultistas do mundo que aquela invasão estava sendo realizada em apoio a esse esforço de produzir o Anticristo. O resto da história você conhece.

Precisamos agora voltar para o início da história americana, e estudar o plano ocultista para os EUA. A maioria dos ocultistas compartilha a crença que um país avançado espiritualmente, chamado Atlântida, existiu aproximadamente 12.000 anos atrás. Os cidadãos desse país eram chamados de arianos; eles possuíam conhecimentos científicos e uma civilização avançada. Os cidadãos desse país também possuíam poderes mágicos. Os arianos eram conhecidos como a Quinta Raça-Raiz quando a Atlântida foi destruída. Os ocultistas crêem que uma nova Sexta Raça-Raiz está evoluindo e que uma nova Atlântida será criada. Pennick observa que essa nova Atlântida seria conhecida como Nova Ordem Mundial. [pág. 127].

Para expandir essa evolução "inevitável", os líderes ocultistas na Europa e na América do Norte, no fim do século XVIII, executaram o plano satânico original concebido na última década do século XVI pela rainha Elizabeth I e por Sir Francis Bacon, de estabelecer uma Nova Atlântida no Sétimo Continente da América do Norte. A autora Van Buren descreve esse objetivo claramente na página 143 de seu livro The Secret of the Illuminati, "Há um destino secreto e imutável planejado para a humanidade, que não é reconhecido nem imaginado em sonhos pelas massas. O continente norte-americano foi escolhido como a terra da comunidade democrática dos Estados... antes de Colombo chegar às praias do Novo Mundo." Os líderes ocultistas norte-americanos Washington, Jefferson e Franklin, planejaram estabelecer os EUA como uma Nova Atlântida. Eles esconderam esse plano de forma muito engenhosa, criando uma estrutura de números ocultistas dentro dos novos símbolos da nação. Somente os outros ocultistas reconheceriam a verdade.

A declaração de Independência foi proclamada quando existiam treze Estados. A bandeira pôde então ser confeccionada com treze estrelas e com treze faixas.


O Grande Selo dos EUA foi criado com muitos trezes ocultos.


A pirâmide é formada por treze níveis de pedras.
http://3.bp.blogspot.com/_gwHl48STRVQ/TBJcagm0TMI/AAAAAAAAA-k/4vqbJCXrqfg/s320/leftud8.jpg
As palavras acima e abaixo da pirâmide, mais os numerais romanos no primeiro nível, contêm 39 caracteres, que é formado pela multiplicação dos números sagrados 3 e 13.
*

Da mesma forma, a águia contém trezes ocultos: 13 folhas nos ramos da oliveira e 13 setas.

Vamos agora examinar a data da Declaração de Independência americana, 4 de julho de 1776. Já demonstramos como 1776 soma 21. No entanto, 4 de julho também forma um número sagrado. Julho é o sétimo mês, que, quando somado ao quarto dia, é igual a onze.

Como os pais fundadores da nação americana planejavam a criação da Nova Atlântida, decidiram agendar a Declaração de Independência em relação ao primeiro Dia Sagrado na primavera pagã do hemisfério norte, em 30 de abril. Existem exatamente 66 dias entre 30 de abril e 4 de julho. O número 66 é um número sagrado importantíssimo por duas razões críticas:

1. É uma dupla intensificação do número sagrado seis;
2. É formado pela multiplicação dos dois números sagrados, seis e onze.

Sessenta e seis é também importante na contagem de Deus. O autor cristão E. W. Bullinger observa em seu livro, Number in Scripture, que o número 66 tem uma relação com a estátua do rei Nabucodonosor; essa estátua tinha 60 côvados de altura de 6 côvados de largura [Daniel 3:1]. Deus organizou esse evento de tal forma que o número 66 formava a estrutura da estátua. Bullinger conclui que os dois seis estejam conectados com o orgulho do homem de um "domínio absoluto". Esse significado é uma perfeita concordância com o estabelecimento da Nova Ordem Mundial; quando ela estiver estabelecida, representará a mais alta realização do homem em estabelecer o domínio absoluto na terra. Essa estátua também é um tipo da imagem final do Anticristo, diante da qual as pessoas de todo o mundo se encurvarão para adorar, outro paralelo perfeito com os planos da Nova Ordem Mundial.

A Nova Atlântida, os EUA, deveria ser uma democracia representativa esclarecida. Os EUA deveriam mostrar para o resto do mundo o caminho para a Nova Ordem Mundial final. Vamos agora permitir que a autora Van Buren descreva o cenário planejado para a Nova Atlântida. "O destino dos EUA era ser a Atlântida... Em todas as coisas existem ciclos de nascimento e de morte; o que foi, voltará a ser..."

Os pais fundadores da nação americana, liderados por Washington, Jefferson e Franklin, calcularam que poderiam estabelecer os EUA precisamente 66 dias após o início do feriado pagão, 30 de abril. A visão deles era que os EUA se tornassem a Nova Atlântida e liderasse o restante do mundo para a forma final de governo, a Nova Ordem Mundial. É por isso que a pirâmide do Grande Selo está incompleta; o sistema de Governo que eles estabeleceram não era a forma final prevista. No entanto, para o propósito deste estudo, você vê como eles planejaram o nascimento dos EUA com base em uma estrutura de números ocultistas? Qualquer ocultista treinado no mundo compreende esse significado ocultista, mas o não-treinado deixa-o passar totalmente desapercebido.

Isso nos traz a este ano na história mundial. Embora os EUA tenham sido estabelecidos como a Nova Atlântida, foram concebidos para durar somente um período especificado de tempo. Para simbolizar esse terrível plano final para os EUA, os pais fundadores da nação norte-americana escolheram secretamente a ave Fênix, dos mistérios satânicos egípcios, como símbolo nacional. Segundo a crença nesses mistérios, a Fênix vive por quinhentos anos e depois imola-se, seu corpo pega fogo e transforma-se em um montão de cinzas. No entanto, imediatamente, uma nova Fênix ressurge das cinzas. Os EUA foram estabelecidos em 1766, um ano que produziu um '21', para iniciar sua vida nacional, na conclusão da qual deve retornar às cinzas. A partir dessas cinzas, uma nova Fênix deverá surgir, produzindo uma forma final de governo, a Nova Ordem Mundial.

Veja como a autora Van Buren descreve esse cenário planejado, "Chegamos ao tempo em que muitos americanos, como novos atlantes, estão recebendo o chamado... O tempo é curto! Crie sua Arca e coloque nela, como semente para a época futura, tudo aquilo que for digno de um Novo Mundo!! Leve o sonho da Irmandade Entre os Homens, pois foi o seu país que tomou os primeiros passos em busca desse ideal... Não tema, pois das cinzas da Nova Atlântida surgirá, em muitas partes do mundo, um povo consciente da sua unidade com a Atlântida e com a América. Ele ajudará a criar uma democracia de Estados mundiais sob um único governo que dominará o mundo inteiro com Amor e com Sabedoria." [pág. 150].

São palavras soberbas, pois Van Buren está predizendo nada menos que a destruição do nosso sistema de governo para que a Nova Ordem Mundial possa emergir. Ela declara em seu livro, publicado em 1982, que o tempo estava próximo para embarcar na arca. Certamente, vemos muitos sinais que indicam que o Plano para entrar oficialmente na Nova Ordem Mundial esteja próximo de ser implementado. Já detalhamos muitos desses eventos em artigos anteriores, de modo que não precisamos repeti-los aqui. Basta dizer que o mundo está caminhando depressa para um sistema de governo, economia e de religião globalizado, como nunca antes. Os atuais líderes norte-americanos, sejam democratas sejam republicanos, estão igualmente comprometidos com essa Nova Ordem Mundial; como tal, o comprometimento deles é com o vindouro Reino do Anticristo, não com os Estados Unidos da América. Não se deixe enganar nesse ponto.

Acredito que o mundo encontre-se em uma encruzilhada.

Hoje, Israel está no precipício de uma guerra contra seus vizinhos árabes, uma situação que provavelmente cumprirá a visão demoníaca que Albert Pike teve em 1870 [veja os detalhes lendo o artigo referido anteriormente], que previu a necessidade de três guerras mundiais para preparar o aparecimento do Anticristo. Essa visão demoníaca previu que a Terceira Guerra Mundial iniciaria entre Israel e seus vizinhos árabes. O Anticristo surgirá caminhando a partir do meio da poeira, da fumaça e das cinzas produzidas por essa guerra.

Diversos autores da Nova Ordem Mundial descrevem que o período de tempo que precede imediatamente a real implementação conterá os eventos encontrados em Mateus 24:

Guerras e rumores de guerra (verso 6);

Fomes e terremotos em diversos locais;

Multiplicação da iniqüidade (verso 12);

Plano para afundar a sociedade com grandes aflições e problemas. Os autores escrevem sobre crises internacionais e pânico interno. O efeito pretendido é apavorar as pessoas, para que aceitem o novo sistema governamental da Nova Ordem Mundial e do Anticristo, quando ele entrar em cena.

Além disso, o Plano prevê um pânico global, levando as pessoas a aceitarem a perda do governo democrático e de suas liberdades individuais em troca de uma "promessa" de retorno à normalidade quando a situação melhorar. O autor de Nova Era Bill Cooper descreve como será o pacote de eventos, em seu livro Behold a Pale Horse [leia a resenha].

"...uma guerra mundial curta, porém muito mortal, com o uso de armas nucleares contra concentrações selecionadas de população foi contemplada, e... não foi descartada... Você pode imaginar o que acontecerá se Los Angeles for destruída por um terremoto de nove graus, a cidade de Nova York for destruída por um artefato nuclear plantado por um grupo terrorista, a Terceira Guerra Mundial irromper no Oriente Médio, os bancos e as Bolsas de Valores entrarem em colapso, extraterrestres aterrissarem nos jardins da Casa Branca, houver um colapso na produção e na distribuição de alimentos, algumas pessoas desaparecerem, o Messias apresentar-se ao mundo, e tudo isso em um período muito curto de tempo?" [pág. 177].

Esse é o Plano da Nova Ordem Mundial, e seu cumprimento nunca pareceu mais provável, mais real. Este momento atual na história parece ser o mais lógico para a inauguração da Nova Ordem Mundial. A única questão é saber se Deus permitirá que isso ocorra em breve ou não. Precisamos estar alertas, cautelosos e ativos, trabalhando para Jesus , mais agora do que nunca antes.

Artigo extraído do site: Espada.eti.br

resistência nom. Tecnologia do Blogger.

wibiya widget

Tradutores

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

Tv Resistência NOM - clique aqui e assista as noticias

Fique Sempre Atualizado ! Cadastre-se: E Receba as Novidades do Site em seu e-mail.

http://worldtv.com/resistencianom

Seguidores

Destaques